leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Armando César

Crisma arciprestal em Fafe recolheu mais de 2 mil euros para a Ucrânia

Na tarde do passado domingo, dia 26 de Junho, D. Nuno Almeida confirmou na fé, 272 jovens do Arciprestado de Fafe e desafiou-os a continuar o seu caminho nas comunidades cristãs, com criatividade e alegria, para ajudarem a construir a Igreja sinodal samaritana.

Em duas celebrações na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, completamente lotada, o Bispo Auxiliar de Braga animou os jovens a abraçarem o desafio das Jornadas Mundiais da Juventude - Lisboa 2023 e ofereceu a todos um livro sobre a vida de um dos patronos da JMJ, no caso “O Frei Bernardo contado aos jovens”, da autoria do Padre Mário Rui Leite de Oliveira.

As celebrações dinamizadas pelos jovens das várias paróquias ficaram marcadas por um gesto de solidariedade com o povo ucraniano, resultando na recolha de 2045 euros. A este valor soma-se o de uma campanha levada a cabo no concelho, com a envolvência de várias instituições, designada “Uma flor para a Ucrânia”, que tem como objetivo reconstruir uma escola neste país que sofre o flagelo da guerra.

JMJ começa a “aquecer”

Além disso, o Arciprestado aproveitou estas celebrações para entregar a todos os jovens um flyer sobre as Famílias de Acolhimento para os Dias na Diocese, a viver entre 26 e 31 de Julho de 2023. Nos dias anteriores à JMJ, milhares de jovens chegarão a Portugal para serem acolhidos nas várias dioceses, para partilharem a experiência de fé, conhecerem melhor a região, a cultura, a Igreja local e as suas especificidades.

A nossa Diocese e o nosso Arciprestado não são excepção, pelo que o desafio está já lançado. Para ser família de acolhimento deve providenciar espaço para acolher, no mínimo, dois jovens, disponibilizando-lhes um local onde possam fazer a sua higiene diária. Deve também garantir os pequenos-almoços e, pontualmente, outras refeições. Se possível e sendo necessário, deve também facilitar o transporte dos jovens peregrinos de e para locais de encontro. Mesmo que não domine a língua dos jovens, deve procurar comunicar com eles, procurando outras formas de interacção. Por isso, se tem interesse em fazer parte desta experiência irrepetível, contacte o Comité Organizador do Arciprestado de Fafe, pelo email coafafe@arquidiocese-braga.pt.


Texto e fotografia: Arciprestado de Fafe