leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Redação

Gangue que assaltou casas em Vinhós e Fornelos está a ser julgado em Guimarães.

Atualizado: Fev 23

O gangue que é acusado de ter assaltado residências no concelho de Fafe e em Guimarães, em outubro e novembro de 2019, começou a ser julgado no Tribunal de Guimarães.

O primeiro assalto terá ocorrido a 12 de outubro de 2019, o gangue é acusado de ter assaltado a casa de uma agente da PSP em Vinhós. O assalto ocorreu num clima de violência, os assaltantes para além de levaram tudo o que quiseram, tinham surpreendido a mulher e o agente da PSP, que foi agredido, enquanto dormiam, tendo ainda ameaçado fazer mal a um filho do casal, que dormia no quarto ao lado.

Este gangue, composto por nove elementos, fazia-se transportar numa viatura que estava ao serviço da Uber e usavam máscaras idênticas aqueles que eram usadas na série televisiva, Casa de Papel.

Para além desta casa em Vinhós, este grupo é acusado de assaltar uma outra residência em Fornelos, e outros assaltos também no concelho de Guimarães, nomeadamente em Pevidém, Creixomil e Fermentões.

Dois dos elementos encontram-se em prisão preventiva, um deles está em local incerto e os restantes estão com medidas de coação não privativas de liberdade. Os elementos deste gangue são oriundos de Fermentões (Guimarães), Cedofeita, Paranhos e Campanhã (Porto) e Santa Marinha (Vila Nova de Gaia).

O grupo que é acusado de perpetrar assaltos com recurso a violência, terá vendido as peças que roubava a uma loja, denominada “Baú das Patacas”, em Matosinhos, sendo o seu proprietário o décimo arguido, acusado da recetação.

O gangue foi capturado no dia 11 de dezembro de 2019, numa ação da Polícia Judiciária de Braga.