leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Armando César

PCP de Fafe assinalou os 48 anos da revolução de Abril com o tradicional jantar

A estrutura de Fafe do Partido Comunista Português organizou na noite deste domingo o seu tradicional jantar, onde assinalou a passagem de mais um aniversário da revolução de Abril. Neste momento de celebração estiveram presentes militantes comunistas e amigos, que celebraram os 48 anos do 25 de Abril.

Na sua intervenção, Joaquim Daniel Rodrigues, membro da Direção Regional e do Comité Central do Partido Comunista Português, referiu que o PCP “foi o único Partido que se manteve ao longo de quase meio século de fascismo agindo e lutando ininterruptamente com dedicação revolucionária, que deu um contributo inigualável no processo da Revolução de Abril, que esteve na frente da luta contra a política de direita e em defesa do regime democrático consagrado na Constituição da República.”

Os presentes ouviram o destacado comunista referir-se ao aumento do custo de vida, afirmando que “o nosso país tem recursos e possibilidades para enfrentar a atual situação” mas alertou que “a luta pela paz, contra a escalada da guerra, tem de ser desde já associada à luta em defesa dos direitos, à reposição e valorização do poder de compra dos salários e das pensões!” Joaquim Daniel Rodrigues enfatizou na sua intervenção que “Portugal precisa de uma outra política, que promova o desenvolvimento económico, que ponha Portugal a produzir, que assuma a valorização do trabalho e dos trabalhadores, que promova o aumento geral dos salários e das reformas, que assegure serviços públicos de qualidade, valorize a educação, a ciência e a cultura, que defenda o SNS e o salve da estratégia que visa a sua destruição, que garanta os direitos das crianças e dos pais, proteja o direito a viver numa habitação digna, reforce os direitos e proteção sociais, que assegure o direito a um ambiente saudável e ao equilíbrio ecológico.”

O convívio, animado por música de intervenção, terminou com os presentes a cantarem “Grândola Vila Morena”.

Fotografia: PCP Fafe