top of page
leclerc.jpg
IEES.png
LOGO ERA SITE_edited.jpg
pub site.png
Novo-logo-da-DS.jpg
logo faftir site.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
Image2.jpg
atelier logo.png
pub site.png
358076610_576253454714813_52943724004093

Aterro: PS acusa o PSD de alarmismo e populismo

O secretariado da concelhia de Fafe do Partido Socialista acusou o PSD de Fafe de alarmismo e populismo na questão relacionada com a possibilidade de Fafe vir a ter um aterro sanitário.

Num comunicado emitido após reunião realizada na passada segunda-feira, os socialistas referem que o PSD de Fafe tem usado esta questão com "alarmismo e com falta de ligação à realidade".

Elencando alguns dados referentes ao processo, o PS Fafe acusa o sociais democratas de falta soluções e de oportunismo "o PSD em Fafe, não apresenta soluções, e em vez de apoiar o interesse de Fafe e colaborar com o esforço que está a ser feito, entendeu que estaria aqui uma grande oportunidade de se fazer notar junto da população, pois de outra forma não tem conseguido, assumindo que o aterro vem para Fafe, dando o assunto como encerrado e culpando o executivo camarário de nada fazer."

O secretariado da concelhia de Fafe elogia as ações que têm vindo a ser desenvolvidas por Antero Barbosa, "o Presidente da Câmara tem, como lhe compete, levado por diante uma série de ações que visam exatamente o contrário do que é propalado pelo PSD. A decisão, em definitivo, da existência, ou não, de um aterro será um assunto pelo qual não podemos baixar os braços sem que se coloquem em cima da mesa, para decisão da administração central, todas as soluções e sobretudo aquelas que se entendem mais convenientes e com maior sustentabilidade ambiental para o nosso concelho."




Eis o comunicado na integra:


- Nas últimas semanas a concelhia de Fafe do PSD tem vindo a utilizar o tema do aterro sanitário com um alarmismo e uma falta de ligação à realidade que só serve os seus próprios interesses. A instrumentalização e descontextualização dos factos e a forma populista como se tem manifestado é disso prova cabal, conforme qualquer fafense poderá julgar quando se deparar com os últimos cartazes por esta força política publicitados.

O Secretariado da Concelhia de Fafe do PS, em nome da verdade, pretende tornar públicos aquilo que são os factos: o nosso concelho é servido por uma rede intermunicipal de recolha de resíduos sólidos urbanos. Em 1999 ficou decidido, por acordo dos autarcas, que depois do encerramento dos aterros que foram instalados nos concelhos de Guimarães e de Santo Tirso, seria a vez de Fafe acolher essa solução, em respeito por um princípio de rotatividade entre territórios.

- Face a este assunto, em 2022, o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Antero Barbosa, desenvolveu junto do Governo, dos Municípios e das empresas do setor um conjunto de diligências, com vista a que se possa chegar a uma solução que não passe pela instalação do referido aterro no nosso concelho e que se consiga dar uma resposta ambientalmente mais equilibrada e que assim fiquem os territórios bem servidos.

- O PSD em Fafe, que não apresenta soluções, e em vez de apoiar o interesse de Fafe e colaborar com o esforço que está a ser feito, entendeu que estaria aqui uma grande oportunidade de se fazer notar junto da população, pois de outra forma não tem conseguido, assumindo que o aterro vem para Fafe, dando o assunto como encerrado e culpando o executivo camarário de nada fazer.

- Como é público, o Presidente da Câmara tem, como lhe compete, levado por diante uma série de ações que visam exatamente o contrário do que é propalado pelo PSD.

- A decisão, em definitivo, da existência, ou não, de um aterro será um assunto pelo qual não podemos baixar os braços sem que se coloquem em cima da mesa, para decisão da administração central, todas as soluções e sobretudo aquelas que se entendem mais convenientes e com maior sustentabilidade ambiental para o nosso concelho.

- De um lado temos gestos de natureza populista vindos do principal Partido da oposição e do outro temos um trabalho empenhado a favor da nossa terra e a quem, por isso, os fafenses manifestaram confiança maioritária com o seu voto que é o Partido Socialista.

- À vozearia do PSD o PS responde com determinação e sem nunca deixar de lutar. É isto que os fafenses esperam da política e é exatamente isto que observam em quem os representa nos órgãos municipais da parte do PS.



Comments


bottom of page