leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Redação

Canadá cancelou ordem de deportação de fafenses.

O governo canadiano cancelou uma ordem de deportação de uma família fafense, que estava prevista para a passada quinta-feira, adiantou o Jornal de Notícias.

Filipe Gonçalves, de 40 anos, Eva Ferreira, de 39 e o filho Luís Gonçalves, de 15 , são fafenses e residem no Canadá desde 2012 e tinham um ordem de deportação, após o seu visto de trabalho ter expirado.

Segundo o “Jn”, que cita a advogada desta família fafense, Jacqueline Swaisland, as autoridades canadianas suspenderam a ordem de deportação.

"Não nos enviaram nenhuma data futura para a deportação, não aparenta que eles sejam deportados numa outra data, apenas nos disseram que foi cancelada”, referiu a advogada.

Para tentar legalizar a sua situação, estes fafenses já desembolsaram cerca de 56 mil dólares canadianos (36,4 mil euros), em advogados de imigração e consultores.

Quando chegaram ao país, em 2012, obtiveram um visto de dois anos, o problema surgiu depois com a sua renovação, com a família a responsabilizar os consultores que não terão tratado da documentação de forma eficaz.

A família foi tentando de todas as formas a sua legalização mas sem sucesso. Em março do ano passado, o governo canadiano, devido à pandemia suspendeu as deportações. Em agosto, o Canadá decidiu deportar os casos mais graves de inadmissibilidade e todos os casos de inadmissibilidade no final de novembro.


Fotografia: CBC


Direitos reservados. A publicação de conteúdos deste site, impressa ou online, sem autorização, está sujeita a sanções legais.

EMAIL: fafetvtemporeal@gmail.com

CONTACTO: 966301409  

Fafe Tv ©2021