leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Armando César

Daniel Bastos condecorado pela Federação Americana de Luso-Descendentes

O escritor e historiador Daniel Bastos, que ao longo dos últimos anos tem

realizado vários trabalhos no domínio da História e Emigração, foi condecorado

esta terça-feira (5 de julho), pela Federação Americana de Luso-Descendentes,

uma das mais relevantes instituições da comunidade portuguesa na Venezuela.

No decurso da cerimónia, que se realizou no Centro Social Luso Venezolano,

sediado no concelho de Santa Maria da Feira, no âmbito da celebração do dia

da Independência da Venezuela, o Presidente da Federação Americana de

Luso-Descendentes, Jany Moreira, condecorou Daniel Bastos com a Ordem

Luís Vaz de Camões, no Grau Oficial Primeira Classe, pelo trabalho que tem

desenvolvido em prol das comunidades portuguesas. Em particular, da

comunidade portuguesa na Venezuela, por via do relevante apoio que a

Fundação Nova Era Jean Pina, da qual o escritor e historiador é representante

junto da diáspora, destinou à comunidade luso-venezuelana na última quadra

natalícia.

Refira-se que nesta cerimónia foram igualmente condecorados os presidentes

da Câmara Municipal de Espinho, e de Santa Maria da Feira, autarquias que

têm cimentado relações de amizade e solidariedade com a comunidade

portuguesa na Venezuela, que é constituída por uma parte importante de

emigrantes naturais destes concelhos do distrito de Aveiro.


Historiador, escritor e professor, Daniel Bastos é atualmente consultor do

Museu das Migrações e das Comunidades, sediado em Fafe, e da rede

museológica virtual das comunidades portuguesas, instituída pela Secretaria de

Estado das Comunidades Portuguesas, que pretende criar uma plataforma

entre diversos núcleos museológicos, arquivos e coleções respeitantes à

história e à memória, à vida e às perspetivas de futuro dos portugueses que

vivem e trabalham fora do seu país.