top of page
leclerc.jpg
IEES.png
LOGO ERA SITE_edited.jpg
pub site.png
Novo-logo-da-DS.jpg
logo faftir site.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
Image2.jpg
atelier logo.png
pub site.png
358076610_576253454714813_52943724004093

GNA condena atos de racismo

O Grupo Nun´Álvares emitiu este domingo um comunicado onde condena de forma veemente todo e qualquer ato de racismo. Os factos cingem-se ao jogo da equipa sénior masculina do passado sábado frente ao Torreense. Um adepto da equipa nun´alvarista terá insultado um jogador de cor da equipa de Torres Vedras, Daniel Ramos, imitando sons de um macaco e dirigindo-lhe ainda algumas palavras, tais como, "cala-te ó preto".

O Nun´Álvares mostra ainda a sua solidariedade para com o jogador, colaborando ainda com as autoridades na identificação do adepto que teve esta atitude.

Ao que a FafeTv apurou, o adepto em causa já terá sido identificado, tendo sido feita uma participação, uma queixa crime contra o referido adepto.

A coordenação da secção de futsal do emblema fafense salienta ainda na mesma comunicação que não se deve confundir uma parte com o todo, tendo-se tratado de uma situação isolada.

Eis o teor do comunicado:

"O GCR Nun’Álvares condena firmemente qualquer atitude de teor racista ou desrespeitosa.

Repudiamos todos os atos de racismo, xenofobia ou outro que vise ofender ou ostracizar quem quer que seja.

Os nossos valores são já sobejamente conhecidos por todos os agentes desportivos do panorama desportivo nacional e assentam no respeito, na integração e na perfeita convivência entre todos.

Temos vários atletas de diferentes nações, crenças e etnias que são ídolos dos nossos adeptos e acarinhados por todos.

No seguimento das notícias vindas hoje a público, após o encontro da 6ª jornada do Campeonato Nacional da 2ª Divisão, diante do SCU Torreense, o Grupo Nun’Álvares sublinha que se apercebeu no decorrer do encontro do ato em questão para com o atleta Daniel Ramos, pelo que tomou as devidas providências para o que o mesmo não se voltasse a repetir.

Demonstramos toda a nossa solidariedade para com o atleta do SCU Torreense, prontificando-nos a colaborar com as autoridades na penalização dos autores destes atos indignos, de forma a serem culpabilizados por tal.

Internamente, estamos também desde já a trabalhar para que o mesmo não se volte a repetir e para que o autor identificado pelo ato de ontem seja primeiramente impedido de entrar no nosso pavilhão e levado à justiça pelos actos que cometeu.

Contudo, alertamos também que não se deve tomar a parte pelo todo, pelo que um ato completamente isolado não deve ser colado à imagem da instituição do GCR Nun’Álvares, nem à generalidade dos nossos adeptos que partilham dos mesmos princípios e valores do clube."



Por seu lado também o Torreense emitiu um comunicado:

"O Sport Clube União Torreense vem por este meio sublinhar a importância de cada palavra constante no comunicado hoje publicado pelo GCR Nun’Álvares, acrescentado os seguintes pontos:

- o SCUT está e estará incondicionalmente ao lado do seu atleta Daniel Ramos;

- o SCUT não toma o todo pela parte e não confunde a instituição GCR Nun’Álvares nem os seus adeptos, com o responsável pelos lamentáveis insultos racistas que ontem tiveram lugar.

- o SCUT enaltece a postura do GCR Nun’Álvares e dos seus Dirigentes, que de imediato apresentaram um pedido de desculpas pelo sucedido.

- o SCUT espera que a Justiça actue e que seja aplicada ao responsável pelos insultos, a pena correspondente."

O jogo terminou com a vitória do Torreense por quatro bolas a três.


Comments


bottom of page