leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Armando César

Legislativas: Abertas inscrições para voto antecipado em mobilidade e eleitores em confinamento

Está a decorrer o período de inscrição para o voto antecipado em mobilidade, que deve ser efetuado pelos próprios eleitores na plataforma eletrónica disponibilizada pelo Ministério da Administração Interna. Entre os dias 20 e 23 de janeiro decorrerão as inscrições para o voto antecipado de eleitores em confinamento obrigatório e de eleitores internados em estruturas residenciais (lares) ou instituições similares. A inscrição terá de ser efetuada pelo próprio eleitor, na plataforma eletrónica disponibilizada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (https://www.votoantecipado.mai.gov.pt/) ou na junta de freguesia correspondente à morada do recenseamento (por quem, mediante exibição de procuração simples, acompanhada de cópia do documento de identificação civil do requerente, representante o eleitor, devendo esse pedido ser, de imediato, inscrito na plataforma). Quanto ao requerimento para voto antecipado por eleitores em confinamento obrigatório, este deve conter, para além da identificação do eleitor (nome completo, data de nascimento e tipo de documento de identificação civil), a morada do local onde cumpre a medida de confinamento obrigatório a que está sujeito (que se deve situar na área geográfica do concelho onde se encontra inscrito no recenseamento eleitoral), um contacto telefónico e, sempre que possível, um endereço de correio eletrónico. Relativamente ao requerimento para voto antecipado por eleitores internados em estruturas residenciais (lares) ou instituições similares, deve conter, para além da identificação do eleitor (nome completo, data de nascimento e tipo de documento de identificação civil), nome e morada da instituição onde reside (que se deve situar na área geográfica do concelho onde se encontra inscrito no recenseamento eleitoral), contacto telefónico e, sempre que possível, endereço de correio eletrónico.