top of page
leclerc.jpg
IEES.png
LOGO ERA SITE.jpg
pub site.png
LOGO.jpg
logo faftir site.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
Image2.jpg
atelier logo.png
pub site.png
358076610_576253454714813_52943724004093

Legislativas: Fafenses na linha de partida

Estamos em contagem decrescente para as eleições legislativas do próximo dia 10 de março, e as diversas políticas que se vão apresentar no ato eleitoral já definiram, na sua maior parte, a lista de candidatos. No caso de Braga, onde se inserem os nomes indicados pelas diferentes concelhias fafenses, são já conhecidos os nomes.


Clara Marques Mendes surge em terceiro lugar na lista da Aliança Democrática (AD)

A deputada fafense tem a sua eleição garantida para mais uma legislatura, já que com o terceiro lugar numa lista encabeçada pelo bracarense Hugo Soares, Clara Marques Mendes permanecerá em S. Bento. A social democrata viu o seu partido eleger oito deputados nas últimas legislativas no circulo eleitoral de Braga. O PSD surge nesta eleição coligado com o CDS-PP e o PPM, formando a AD. Refira-se ainda que Rui Novais, presidente do PSD em Fafe, aparece na lista como último da lista de candidatos a deputados.





Pompeu Martins é o 10º da lista do PS


Pompeu Martins é outro fafense que está na corrida para manter o seu lugar em S. Bento. O lider da concelhia de Fafe do Partido Socialista surge no 10º lugar da lista por Braga, que é encabeçada por José Luís Carneiro. Esta foi uma das listas que mais controvérsia gerou no seio dos socialistas, com a negociação a decorrer até praticamente à hora de aprovação por parte da comissão nacional. A proposta da federação bracarense gerou algum desconforto entre aqueles que estiveram na primeira linha de apoio a José Luís Carneiro nas primárias, como foi o caso de Pompeu Martins. O candidato derrotado por Pedro Nuno Santos chegou mesmo a equacionar não aceitar encabeçar a lista, caso não visse o lugar dos seus apoiantes salvaguardados. Pompeu Martins tem um cenário difícil para a sua reeleição, já que o PS em 2022 elegeu nove deputados, mercê dos 42% de votos que obteve, sendo pouco provável que consiga este resultado neste ato eleitoral.





CDU: Fafense Carmo Cunha é sexta da lista

Entre as hostes da CDU o objetivo é claro e passa por conseguir eleger um deputado por Braga, resultado que não foi alcançado em 2022. A lista da CDU é encabeçada por Sandra Cardoso, uma professora bracarense e a fafense Carmo Cunha, deputada à Assembleia Municipal, surge no sexto lugar.





CHEGA: Vanessa Barata deverá ser a terceira da lista

Existe uma clara onda de optimismo no seio do CHEGA em Braga. O partido de André Ventura, que conseguiu eleger um deputado em 2022 fruto dos mais de 28 mil votos alcançados, quer subir a fasquia e pretende eleger três deputados. A lista será encabeçada por Filipe Melo, líder de Braga, devendo a fafense Vanessa Barata aparecer no terceiro lugar elegível segundo as projeções do Chega.



Vanessa Barata, ao centro na foto, deverá ser a número três por Braga

Resultados de 2022


PS: 42,02% (207.793 votos) 9 deputados

PSD: 34,78% (172.007 votos) 8 deputados

CHEGA: 5,81% (28.746 votos) 1 deputado

IL: 4,33% (21.432 votos) 1 deputado

BE: 3,75% (18.558 votos) 0 deputados

CDU: 2,63% (12.993 votos) 0 deputados

CDS-PP: 1, 66% (8.215 votos) 0 deputados

PAN: 1.19% (5.907 votos) 0 deputados

bottom of page