top of page
leclerc.jpg
IEES.png
LOGO ERA SITE_edited.jpg
pub site.png
Novo-logo-da-DS.jpg
logo faftir site.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
Image2.jpg
atelier logo.png
pub site.png
358076610_576253454714813_52943724004093

Município de Fafe presente na «Semana Maria da Fonte»

O Município de Fafe participa na «Semana Maria da Fonte», que decorre no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, a partir de dia 4 de novembro, no âmbito de um projeto cultural apresentado à CIM Ave e promovido pelo LOP - Laboratório de Ópera Portuguesa e que envolve, entre outros, o Município da Póvoa de Lanhoso, a Câmara Municipal de Lisboa, o Centro Cultural de Belém, o Teatro Nacional de S. Carlos, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Casa Pia, o Museu Nacional do Traje, a Direção-Geral do Património Cultural e a Direção-Geral das Artes.

A «Semana Maria da Fonte» é uma celebração da cultura e história de Portugal, que enaltece a força e a determinação das mulheres e que se apresenta com diversas iniciativas voltadas para o papel multifuncional da mulher portuguesa no decurso da história. Conferências, exposições, visitas guiadas, récitas e programa pedagógico completam um programa de trabalho que tem na Opereta Maria da Fonte o seu ponto alto.

Fafe marca a sua presença no dia 10 de novembro na Conferência “A Mulher portuguesa e a multifuncionalidade do seu papel no decurso da História” que contará com a participação de quatro mulheres de Fafe convidadas para o painel de debate que decorrerá na Sala das Extrações da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Sónia Marinho (advogada e dirigente da Associação de Karaté de Fafe), Fernanda Mendes (empresária e presidente da associação Asfalto Friends), Lurdes Freitas (professora e autarca), Vera Lima (empresária e arquitecta) partilharão coma audiência o seu relato individual sobre as suas experiências individuais em que a carreira e o papel social da mulher serão tema central. No dia 12 de novembro assinala-se a estreia da «opereta Maria da Fonte» de Augusto Machado, na Sala Maria Heleena Vieira da Silva, no CCB. A comédia em 3 atos, escrita pelo compositor português no século XIX e que estreou em 1879 no Teatro da Trindade, será interpretada por oito solistas, coro e orquestra. Na sua estreia moderna, está envolvido o Coro do Teatro Nacional de São Carlos e a Orquestra Sinfónica Portuguesa, bem como alguns dos mais reconhecidos solistas da atualidade.

No âmbito do programa pedagógico estabelecido pelo projeto, e por iniciativa do Município de Fafe, alunos da Escola Secundária de Fafe (artes e ensino articulado de música) assistirão, no dia 14 de novembro, à récita no CCB e visitarão o Teatro Nacional de S. Carlos, naquela que será a última abertura ao público antes de o teatro nacional encerrar para obras de remodelação.

Recorde-se que Fafe vai acolher, no próximo ano, a apresentação da opereta na região Norte.


Texto: Município de Fafe




Comments


bottom of page