Direitos reservados. A publicação de conteúdos deste site, impressa ou online, sem autorização, está sujeita a sanções legais.

EMAIL: fafetvtemporeal@gmail.com

CONTACTO: 966301409  

Fafe Tv ©2019

leclerc.jpg
municipio frafe 08.2018.png
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
iesfafe-01.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
Image1.jpg
LOGO JORGE PINHEIRO SITE.jpg
  • Redação

Orçamento Municipal aprovado sem votos contra


Os documentos que representam as Grandes Opções do Plano e Orçamento do Município de Fafe para o ano económico de 2020 foram, hoje, aprovados, sem votos contra.

Trata-se de um Orçamento de continuidade, que dá sequência a todo o trabalho desenvolvido ao longo dos últimos seis anos, traduzindo, nos seus traços mais significativos, as opções e os projetos apresentados, concretizando os compromissos assumidos com os fafenses e com os seus representantes políticos.

É um Orçamento que ultrapassa os 40 milhões de euros, elaborado com base numa política de rigor, uma situação financeira saudável e equilibrada.

No investimento efetuado nas Funções Sociais que representam cerca de 15,7 milhões de euros, é destacado o investimento na Educação e na Habitação e Serviços Coletivos.

Mantém o investimento de 4,9 milhões na Recuperação e Requalificação do Bairro da Cumieira – habitação e espaços envolventes.

Apresenta um conjunto de obras de construção da nova Piscina Municipal, dos novos Campos de Ténis, de requalificação do Pavilhão Municipal e de conversão do armazém da antiga estação numa Galeria de Arte.

Concretiza um conjunto de obras públicas de requalificação urbanística em algumas zonas da cidade, concretamente a Requalificação da Rua Raul Brandão e arruamentos complementares e a Requalificação da Rua Nova e da Sanguinha em Pardelhas.

Dá continuidade às políticas sociais, de proteção aos mais desfavorecidos e com os que apresentam maiores dificuldades económico-financeira, como Programa Municipal de Apoio à Renda, o Programa Municipal para a Melhoria da Habitação de Agregados Familiares Carenciados, o apoio no transporte ambulatório de doentes, o fundo de emergência social e a atribuição de bolsas de estudo.

Mantém a promoção da cultura e da identidade fafense, de mãos dadas com o turismo como uma fonte de receita para a economia local. A promoção dos projetos que colocam Fafe no mapa, como o Festival da Vitela Assada à Moda de Fafe, o Terra Justa, o Rally WRC, a participação na Bolsa de Turismo, a Volta a Portugal em Bicicleta e muitos outros continuam a ser uma aposta.

No âmbito das funções económicas, destaca-se o investimento no processo de criação

da Zona Industrial de Regadas, concretizando-se também várias obras de beneficiação e requalificação da rede viária em vários pontos do concelho.

Mantém a política de descentralização para as Freguesias, com a disponibilização de mais de 2 milhões de euros para investimento nos seus territórios, assim como a política de proximidade e apoio às coletividades e associações do concelho.

Do orçamento, salienta-se a diferença entre a receita corrente de 27,6 milhões de euros e a despesa corrente de 24,7 milhões de euros, que permite uma poupança corrente na ordem dos 2,8 milhões de euros, possibilitando o reforço no investimento de capital que no próximo ano se prevê que atinja um montante superior a 15 milhões de euros.