leclerc.jpg
iesfafe-01.jpg
Image1.jpg
LOGO ERA SITE.jpg
LOGO ACR SITE.jpg
LOGO SITE.png
municipio%20frafe%2008_edited.jpg
logo_Hermotor Quadrado preto.png
VACINAS SITE.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
logo faftir site.jpg
  • Armando César

Parcídio Summavielle abandona o campeonato de Portugal de Montanha

O piloto fafense tomou esta difícil decisão e agora só quer desfrutar da presença na Falperra, estando inscrito quer na prova do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, quer na do Europeu.

Parcídio Summavielle anunciou que a 41ª Altice Rampa Internacional da Falperra será “a última prova que farei este ano na Montanha. Independentemente de liderar o campeonato na Divisão Turismo 3, julgo que não estão reunidas as condições para fazer a época por inteiro”.

Será um evento que Parcídio Summavielle quer “desfrutar ao máximo. A Falperra é sempre muito especial e por isso mesmo quis me inscrever também no Europeu. Vamos viver o fim-de-semana de forma intensa e dar o nosso máximo em pista”.

O consagrado piloto fafense ainda relembra com um sentimento agridoce a Rampa Pêquêpê Arrábida, prova onde levou o seu Renault Clio RS R3 ao 2º posto na Divisão.

O evento na Arrábida deixou Parcídio Summavielle “com um sentimento agridoce. Primeiro, fiquei muito orgulhoso de ter conquistado mais um pódio. Depoisquero felicitar os meus adversários, em especial o Bruno, o Gonçalo e o José Borges que fizeram excelentes provas na lindíssima Rampa da Arrábida. Só espero que o Alberto e o Leonel regressem depressa, sendo ainda importante destacar o apoio que tenho tido por parte da RG Competições, a minha equipa liderada pelo Albano, onde pontificam o Jorge Magalhães e o Meireles, pelo trabalho incrível que fizeram na preparação desta prova e ao longo de todo o fim de semana, bem como o Miguelsendo um privilégio ter um piloto com a sua qualidade na nossa "box" e que agora vamos ter a correr na Falperra!”.

Por outro lado, lamenta “algumas coisas menos aceitáveis que se estão a passar. Na Montanha todos estamos a fazer uma grande reflexão. Creio que não podemos continuar a aceitar que as viaturas que respeitam as respetivas fichas de homologação concorram com outras que são mais ou menos "livres" e, portanto, autênticos protótipos ou silhuetas. Estas queremo-las todas naMontanha, mas a concorrerem numa Categoria ou pelo menos numa Divisão própria. Temos também de exigir muito mais da FPAK, dos Clubes e dos Comissários Técnicos a quem cabe fazer respeitar os regulamentos. Não se podem demitir do papel e árbitros). Cada vez que fazem "vista grossa" estão, inadvertidamente, a prejudicar alguém!”.

A Falperra, a exemplo das provas anteriores, verá Parcídio Summavielle correr com uma dedicatória muito especial ao povo ucraniano, que ocupa todo o capot do carro francês: “o meu pensamento e a minha homenagemestão com todos os heróis anónimos que lutam, em condições duríssimas, mas com muita coragem, pela vida e pela sobrevivência do seu País. Não sei como ainda há quem se mantenha indiferente a esta barbaridade. O invasor nem a visita oficial do Presidente da ONU respeitou!! E se fosse o nosso País, a nossa casa, os nossos filhos...Os Ucranianos lutam por eles e também por um ideal de sociedade, livre e democrática, que é o nosso!”.

Em termos de programa competitivo, a 41ª Altice Rampa Internacional da Falperra terá apenas 6 subidas para o CPM JC Group. 3 de treino no sábado, marcadas, respetivamente, para as 9.00, 11.30 e 13.30 horas, com as 3 subidas oficias de prova a decorrerem exclusivamente no domingo, com horários previstos para as 8.00, 10.00 e meio-dia.