top of page
leclerc.jpg
IEES.png
LOGO ERA SITE_edited.jpg
pub site.png
Novo-logo-da-DS.jpg
logo faftir site.jpg
INTERMARCHE LOGO SITE.jpg
Logo JP 2020.jpg
Image2.jpg
atelier logo.png
pub site.png
358076610_576253454714813_52943724004093

PCP Fafe questiona executivo sobre promessa de criação de parque arqueológico.

O Partido Comunista Português, secção de Fafe, questionou o executivo municipal sobre a promessa de criação de um parque arqueológico, nos limites administrativos das freguesias de Armil e Cepães e Fareja, no lugar da Regedoura, designadamente no Monte de S. Jorge. Aquando da construção da sub-estação da REN, em 2014, foram realizados trabalhos arqueológicos sobre um monumento funerário com mais de 4 mil anos, uma mamoa que se insere numa importante necrópole megalítica com mais de uma dezena de monumentos semelhantes na mesma zona.

Em nota enviada aos órgãos de comunicação social o PCP de Fafe relembra que "em declarações à imprensa, em fevereiro de 2015, o então vereador Pompeu Martins, declarou que a Câmara gostaria de criar no local um parque arqueológico visitável."

Maria do Carmo Cunha, a deputada comunista com assento na Assembleia Municipal questionou o executivo liderado por Antero Barbosa:

"- A Câmara Municipal mantém a intenção de criar um parque arqueológico no Monte de S. Jorge, na Regedoura? - Que medidas tem tomado a Câmara Municipal para preservar e valorizar o importante património arqueológico que ali se encontra? - Que outras medidas pretende a Câmara Municipal tomar futuramente para que esta importante necrópole milenar possa ser estudada, preservada, visitada e valorizada?"

O PCP de Fafe revela ainda que estas questões foram submetidas no inicio do passado mês de outubro mas até à data não foi obtida qualquer resposta.






Kommentare


bottom of page